quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Um filósofo de peso
é desta sentença o autor:
o beijo é fósforo aceso
na palha seca do amor.

Saudade - um suspiro, uma ânsia,
uma vontade de ver
a quem nos vê à distância
com os olhos do bem-querer.

Por entre folhas de parra
e espigas de trigo novo
nasceu, chorando, à guitarra,
todas as dores de um povo.

É triste sofrer calado,
do resto do mundo ausente;
fica a gente consolado
cantando as mágoas que sente.

A saudade é calculada
por algarismos também:
distancia multiplicada
pelo fator "querer bem.''


Manuel Bastos Tigre (1882-1957).

Estes São Alguns Versos Deste Poeta pernambucano, de Grande Inspiração.

2 comentários:

ruber100 disse...

Hamilton, podeia postar o CD do Orides ai? Quero te mandar um CD dele também, pode ser?

Hamilton Lucca disse...

É Claro me mande o disco e farei um comentário, abraço.