domingo, 7 de setembro de 2008

Um Homem (Uma Casa e Seus Fantasmas)

Nesta Quarta Feira dia 03/09/2008, no auditório da escola de música e belas artes do Paraná, aconteceu o espetáculo Um Homem (Uma Casa e Seus Fantasmas) , criação coletiva baseada na idéia de Roberto Froes, o espetáculo apresenta a música aliada com a poesia e as artes cênicas, os textos são de Roberto Froes e Josemar Vidal, direção cênica de Rocio Infante, e a iluminação é de Hamilton Lucca (Eu) (hehehe) como subtituto de Alexandre Zampieri que está em turnê com o grupo teatral que participa, pelo estado do Paraná , o elenco de músicos e atores contou com:

Mariana Kolb - Mãe, Namorada
Roberto Froes - José
Josemar Vidal - José
Fernando Aguera - José
Luis Gontarski - José
Luiz Mello - José
Cosme de Almeida - José
Hamilton Lucca - José

Segue o pequeno texto que descreve a idéia do espetáculo:

Todos Possuem Uma História!

Os fatos que narramos neste espetáculo podem parecer estranhos para alguns, enquanto que, para outros, pode ser sua própria história. Neste enredo José, não é apenas um homem, ele é qualquer homem, e pode ter qualquer nome. Se mostrando com diversas formas e diversas vozes, mergulha em sua pluralidade para encontrar seu caminho, libertar-se de fraquezas que o tornam um autômato, um "não ser", sem vontade e sem opinião.
Em sua vida, como qualquer outra, há perdas, ganhos, vidas, mortes, erros e acertos, mas nenhum deles causado por sua própria vontade, pois vontade é algo que desconhece. Levado pelo vento que sopra das bocas e mentes de outros, perde-se em idéias alheias e prende-se a cicatrizes e dores da quais o corpo já não lembra. É José, é Manuel, é Mário, É Drummond, é Gullar...e é Maria, é Dora, Cecília e Cora...mas não é ele mesmo.


O espetáculo foi muito bem aceito, polêmico para alguns, instigante para outros, pode ter sido a imagem de sua própria história, das histórias dos josés, adoramos ter o feito, em breve vamos apresenta-lo de novo, então fiquem ligado para as divulgações, abraço.